Terça-feira, 13 de Dezembro de 2005

ÚLTIMO MOMENTO



Num mundo negro e sem esperança insurge-se um mal que não nos é de maneira nenhuma natural como seres racionais e amantes da constante novidade

As raízes que lentamente se fazem notar

Brotando, de mamíferos, vegetalidades limitadoras que nos destinam a puro alimento do planeta que nos viu surgir e que depressa viu em nós potencial alimento

Garantia de futuro

Contudo, mentes inquietas e permanentemente inventivas tentam contornar o que vai parecendo tragicamente inevitável

Dedicam-se a criação de verdadeiras alternativas a este torpor fétido e jeito de estar que nos vai caracterizando

E é um esplendor de alento que depressa se transforma num torrente incontrolável de desejos mitigadores do concreto relegando-o para o que, radicalmente, transfigura a então melancolia da certeza cujo destino nos impunha aceitar

Vergando-nos a caprichos monopolistas do direito de uso da vida que não lhe pertence

Usa-nos

Prodigiosamente, levantam o véu que encobria a criação última da mente que ousa suplantar todos os tabus do intelecto para mostrar um meio, em constante evolução, que nos permitirá ganhar, perante este poderoso adversário, a vida

E, sem mais, deixamos que se entregue tudo o que de nós faz sentido, que nos certifica como verdadeiros caçadores de oportunidades e a nata das natas da inteligência universal

É!

Perante ti… Xbox360 mostramos o que verdadeiramente somos

Dependentes da tecnologia com que nos brindas e que, deliciosamente, nos adormeces os sentidos assim como aquele maldito hábito reivindicativo que nos era inato

Foi-se

Aquela estúpida letargia consumiu-se num ápice

Conscientemente

Entregamo-nos para o sacrifício da eternidade que não prometes

Demonstra-la

publicado por seforis às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2005

ÚLTIMO MOMENTO

Ser

Loucura dos sentidos de quem sonha existir

Sentidos dispersos por aí

Por não terem corpo onde possam criar forma

Vagueiam nesse espaço com que fantasiamos um dia pertencer

Pensamento que nos domina e completa

E não se deixa tocar pelas mãos que se mostram aos nossos olhos

Envolvendo-nos num abraço desejado

Destes membros que se unem ao meu corpo

Sendo fruto do que queria ser e não sou…

publicado por seforis às 20:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Sentido Lógico

. Porquê...

. Hoje...

. Crianças

. Despertar

. Sem Memórias

. ÚLTIMO MOMENTO

. Palavras... Ignóbeis Pala...

. ÚLTIMO MOMENTO

. ÚLTIMO MOMENTO

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds