Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2006

ÚLTIMO MOMENTO

Nenufares2.JPG


Vai frio, aqui, neste lugar onde me encontro

Vai passando o tempo por ele

Envelhecendo-o

Cavando sulcos infindavelmente profundos no seu corpo frágil

Rasgando a visibilidade de si

Tornando-o cada vez mais desvanecido aos meus cansados olhos

Até que não reste mais do que pequenas lembranças do que foi um dia

Vai frio, aí na amargura do teu olhar

Na docilidade que carregaste no tempo até aqui

E que me ofereces agora no fim dos teus ternos batimentos

A experiência milenar

Que cronicamente desperdiço

Envelheço quando o espelho me diz que não

Rejuvenesço quando me sussurras ao ouvido o desejo de me levar nos braços

Iludindo com um calor artificial

Aqueces-me

publicado por seforis às 21:25
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Sentido Lógico

. Porquê...

. Hoje...

. Crianças

. Despertar

. Sem Memórias

. ÚLTIMO MOMENTO

. Palavras... Ignóbeis Pala...

. ÚLTIMO MOMENTO

. ÚLTIMO MOMENTO

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds